INSTITUCIONALIZAÇÃO DO CAMPO DA MEDIAÇÃO DA INFORMAÇÃO NO BRASIL

em foco o ensino e a pesquisa

Palavras-chave: Mediação da informação, Institucionalização da ciência, Institucionalização da mediação, Ensino em mediação, Pesquisa em mediação, Cartografia da mediação

Resumo

A institucionalização de uma disciplina ou ciência pode se dar de muitas formas, sendo que o fundamental é que ela seja legitimada e aceita num campo científico ou área do conhecimento. O artigo tem como objetivo geral investigar e evidenciar a institucionalização da mediação no Brasil. Como objetivos específicos identifica o cenário do ensino da graduação e da pós-graduação e cartografa os grupos, áreas e linhas de pesquisa com ênfase em mediação. Apresenta uma pesquisa básica, com delineamento bibliográfico e documental. Dentre os resultados, destaca que a institucionalização da mediação da informação no Brasil é marcada por pioneirismo iniciado na implantação de uma disciplina no projeto pedagógico do Curso de Biblioteconomia da Universidade Estadual de Londrina em 1997. Ressalta que os Grupos de Pesquisa, com ênfase em mediação, da região Nordeste e Sudeste do País configuram-se em maior quantidade quando comparado aos situados nas demais regiões. Considera que o cenário atual de formação em mediação se faz presente todas as regiões do País, seja na graduação ou na pós-graduação stricto sensu, a partir das disciplinas, grupos, áreas e linhas de pesquisa.

Biografia do Autor

João Arlindo dos Santos Neto, UEL

Doutor em Ciência da Informação pela UNESP. Professor Adjunto do Departamento de Ciência da Informação da UEL.

Oswaldo Francisco de Almeida Júnior, UEL, UNESP

Doutor em Ciências da Comunicação pela USP. Professor Associado do Departamento de Ciência da Informação da UEL, Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP e Professor Colaborador do Mestrado Profissional da UFCA.

Publicado
2021-04-26
Seção
Artigos Científicos