DOS BAÚS DE ENXOVAIS ÀS PASSARELAS DA MODA

informação, memória, cultura e identidade no contexto da renda renascença

  • Geysa Flávia Câmara de Lima
  • Carlos Xavier de Azevedo Netto
Palavras-chave: Informação, Memória, Renda Renascença, Identidade, Patrimônio Cultural

Resumo

A presente pesquisa objetiva compreender como as memórias individuais e coletivas das rendeiras de Camaláu-PB auxiliam a construção das identidades locais na construção artística da produção de rendas renascença. Tratamos de mostrar como essa produção se organiza no espaço da cooperativa e do núcleo familiar de rendeiras existente na área pesquisada. O trabalho, alicerçado na Ciência da Informação, a partir da linha de pesquisa Informação, Memória e Sociedade, renovará a densidade do olhar por meio de novos cruzamentos de interpretações sobre como vivem e resistem, como pensam e estabelecem relações próprias, ou apropriadas, as mulheres dessa região. Nesta perspectiva, tratamos de unir a abordagem etnográfica, documentando fotograficamente a rendeira na unidade de produção familiar e na cooperativa, mapeando as técnicas desenvolvidas e utilizadas. A pesquisa revisitou os espaços de vida e lembranças das rendeiras, a partir de um estudo qualitativo que reuniu técnicas interpretativas para descrever e explicar os componentes do sistema de valores que dão significados às práticas culturais da mulher rendeira. A partir das narrativas dessas mulheres, discutimos a preservação, apropriação e democratização das relações no contexto dos ambientes de informação e memória, do patrimônio cultural e da construção de identidades.

Publicado
2019-12-31
Seção
Artigos Científicos